A Federação dos Bancários e os sindicatos da Bahia e Sergipe deram início nesta terça-feira (14/12) ao curso de formação sindical para os dirigentes. Em formato híbrido, o evento acontece de forma presencial na sede da Federação, em Salvador, com transmissão via videoconferência para o pessoal das outras bases.

Logo na abertura, o presidente da Feebbase, Hermelino Neto, ressaltou a importância do curso. “É preciso preparar os sindicalistas para os desafios que se apresentam no dia a dia, sejam no contato com as bases ou na negociações com os bancos. A formação é um processo constante, por isso, este curso foi pensado tanto para o dirigente que já está em atuação, como para as novas lideranças”.

A mesa de abertura contou também com o presidente do Sindicato da Bahia, Augusto Vasconcelos, no presencial, e da presidente do Sindicato de Sergipe, Ivânia Pereira, que participa de forma remota do evento. Os trabalhos são conduzidos pelo diretor de Formação da Feebbase, Fernando Dantas.

A primeira aula do curso foi ministrada pelo diretor de política Sindical da Feebbase, Eduardo Navarro, que fez um resgate histórico sobre a concepção do trabalho e até o surgimento dos sindicatos. Em uma exposição detalhada, ele mostrou o caminho que a humanidade percorreu ao longo dos séculos desde as comunas primitivas até o capitalismo e o socialismo. Mostrou também a importância da organização em sindicatos para garantir direitos da classe trabalhadora.

O curso seguiu na parte da tarde com a aula sobre concepções sindicais, a cargo do diretor do Sindicato da Bahia Agnaldo Matos. Na quarta-feira, acontecem as exposições sobre sindicalismo e atualidade e lutas da categoria bancária, feitas respectivamente, pelo diretor da CTB Aurino Pedreira e o secretário Geral do Feebbase, Emanoel Souza.

Fonte: FEEB BA/SE