É forte a pressão de setores do próprio governo, do empresariado e do mercado financeiro para que a reforma da previdência seja votada e aprovada já este ano. A PEC 287/16 é a única matéria do saco oficial de maldades que o governo ainda não conseguiu reunir maioria qualificada para aprovar no Congresso Nacional. 

Diante deste cenário, o Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) divulgou um "Mapa de votos" com a posição de cada deputado. Acesse e conheça o voto do seu deputado. O único caminho para barrar o avanço da reforma é a pressão popular. 

Clique aqui e acesse a relação completa. É fundamental a participação popular para pressionar os parlamentares contra a votação e aprovação da PEC 287/16. 

Após algumas reuniões de Michel Temer com lideranças partidárias e a liberação de verbas para municípios, o mapa geral de votos favoráveis à reforma avançou. Pela primeira vez, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, declarou que pode haver quórum para aprovar a reforma na semana que vem.

Portal CTB com informações do DIAP