A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) enviou um ofício à direção da Caixa nesta sexta-feira (26/3), cobrando esclarecimentos sobre o pagamento da Participação nos Lucros ou Resultados (PLR) Fenaban e PLR Social aos empregados.

Uma apuração do Departamento Intersindical de Estudos e Estatísticas Socioeconômicas (DIEESE) identificou que a Caixa pagou a PLR Social com base na divisão linear entre todos os empregados de 3% do lucro líquido, e não de 4%, como determina o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) vigente. O erro gerou uma perda que pode chegar até R$ 1.593, dependendo do empregado.

Ainda segundo o DIEESE, na primeira parcela da PLR Social, a Caixa fez o cálculo correto. Utilizando o valor de 4% do lucro do semestre.

O erro é um absurdo e prejudica os bancários que vêm desempenhando um trabalho essencial para o povo brasileiro neste momento de pandemia.

Diante da constatação, as entidades representativas dos empregados reforçam a cobrança pela discriminação no contracheque dos valores referentes a cada parte PLR, como sempre foi realizado. Desta vez, o pagemento feito na semana passada veio em um única rúbrica.

Fonte: FEEB BA/SE