Nesta segunda-feira (7), acontece o Seminário sobre a nova legislação trabalhista (Lei 13.467/2017), promovido pelo Comando Nacional dos Bancários, em São Paulo, das 11h às 18h30. O presidente da Federação, Emanoel Souza, participa do evento.

No primeiro painel, será aprofundada a lei, que entrará em vigor em 11 de novembro, para que o Comando Nacional possa debater estratégias de resistência, combate e avanços. No segundo painel, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) vai apresentar um comparativo de cada item da Lei 13.467 que altere a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), em relação ao que já está contratado na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e o que pode ser afetado nas reivindicações históricas da Minuta Unificada da categoria.

O seminário também servirá para que o Comando Nacional debata e organize a posição da categoria sobre propostas sobre as cláusulas 37 (monitoramento de resultados), 62 (GT de realocação e requalificação profissional) e 65 (adiantamento emergencial de salários em período transitórios de afastamento por doença), que serão pauta da reunião de negociação entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), que será realizada na terça-feira (8).

Programação do Seminário do Comando Nacional dos Bancários

7 de agosto de 2017, segunda-feira

11h às 13h – Contrarreforma Trabalhista - Lei nº 13.467 – Estratégia Sindical

14h30 às 16h30 – Lei nº 13.467/2017 – Como reflete na nossa CCT e Minuta

16h30 às 18h30 – Organização da negociação com a Fenaban do dia 8 de agosto

Fonte: Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe com CONTRAF