A CTB Bahia está convocando lideranças sindicais e sociais de Salvador e Região Metropolitana para participar do protesto contra a impunidade dos assassinos de Paulo Colombiano e Catarina Galindo. O ato acontece nesta sexta-feira, 29 de junho, às 9h, na Praça do Campo da Pólvora, em Nazaré.

O presidente da CTB Bahia, Pascoal Carneiro, reforça a importância da presença de todos neste ato. “Contamos com a presença de todos os companheiros, para mostrar que não estamos esquecidos desse caso. Vamos mais uma vez exigir o julgamento dos acusados que até o momento continuam soltos e o processo permanece parado na Justiça”.

Já se passaram oito anos desde que o diretor do Sindicato dos Rodoviários Paulo Colombiano e sua esposa Catarina Galindo foram brutalmente assassinados quando chegavam em casa, no bairro de Brotas, em Salvador, na noite do dia 29 de junho de 2009. Segundos as investigações da Polícia, os dois foram mortos porque Colombiano havia descoberto irregularidades no plano de saúde dos rodoviários e iria denunciar a manobra. Os mandates e executores chegaram a ser presos, mas, graças a uma série de recursos da defesa, estão aguardando o julgamento em liberdade.

Com informações da CTB Bahia