O ato de receber homenagem é sinônimo de destaque pelo excelente trabalho que se sobressai na sociedade. Em tempos em que instituições sindicais são perseguidas por defender os direitos dos trabalhadores, o Sindicato dos Bancários da Bahia recebe consagração na Assembleia Legislativa do Estado, em sessão especial no plenário da Casa, nesta quinta-feira (25/04), pelos 86 anos em defesa do trabalhador, completados em fevereiro.

Aos poucos, os convidados foram chegando em clima de comemoração pelos esforços que o SBBA desempenha. A sessão foi presidida pelo deputado Zó (PCdoB).

Na mesa, o presidente do SBBA, Augusto Vasconcelos, o secretário o Trabalho, Emprego, Renda e Esporte da Bahia, Davidson Magalhães, a Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres, Julieta Palmeira, o presidente da OAB Bahia, Fabrício Castro, o presidente da Feeb, Hermelino Neto, o diretor da Febraban, Adauto Duarte, o diretor e ex-presidente do Sindicato, Álvaro Gomes, o deputado Daniel Almeida (PCdoB) e a represente da Defensoria Pública, Cynara Fernandes.

Abrindo a sessão, o deputado Zó salientou a luta e a importância das entidades diante de um governo que ameaça o direitos. Reafirmou que a Casa sempre terá a função de lutar por todos os trabalhadores. Logo em seguida foi exibido um vídeo relembrando a história do Sindicato, narrando acontecimentos e todas as ações desenvolvidas na sociedade.

O presidente do SBBA, Augusto Vasconcelos, foi o primeiro a falar, agradecendo a Alba pela honraria, e também aos deputados presentes. Augusto destacou que a marca do Sindicato sempre foi a da solidariedade. Não se trata de uma entidade corporativa, que atua de portas fechadas para outras causas, mas sempre defendeu todos os trabalhadores.

Logo após, aconteceu a homenagem aos ex-presidentes que constituíram o Sindicato e aos funcionários, representando todos os trabalhadores que vivenciam a luta diária da entidade. Os ex-presidentes homenageados foram Raimundo Reis, Osvaldo Laranjeiras, Deraldo Boa Ventura, José Álvaro, Everaldo Augusto e Euclides Fagundes. Os funcionários representantes foram a secretária de Comunicação, Ieda Bittencourt, e o dirigente de Esportes, Zé Nelson.

O presidente da OAB, Fabrício Castro, ressaltou o que a Ordem dos Advogados não defende partidos e, sim, valores. Destacou a defesa do Sindicato pela democracia. O diretor da Febraban, Adauto Duarte, disse que o Sindicato é referência em diversidade e inclusão, vencendo barreiras tradicionais, sem perder o foco da luta pelos trabalhadores que estão nas agências. Ele também destacou que os esforços da entidade resultaram em 75% de filiação da categoria, a maior de todas dentro os trabalhadores.

Para o secretário, Davidson Magalhães, o trabalho do SBBA é fundamental, frente a um governo que extingue o Ministério do Trabalho, um retrocesso violento aos direitos trabalhistas. Já o ex-presidente Álvaro Gomes, relembrou sua história na entidade.

Para o deputado federal Daniel Almeida, a sessão em homenagem representa reconhecimento de quem sempre ouviu a voz do povo. "Desde o primeiro presidente, Mutti de Carvalho, ao atual, Augusto Vasconcelos, a entidade valorizou a construção coletiva da sociedade justa e menos desigual".

A sessão, proposta pelo deputado Fabrício Falcão (PCdoB), emocionou a todos os presentes e foi uma honraria ao Sindicato dos Bancários da Bahia, aos funcionários que nunca desistiram da luta por uma sociedade melhor.

Fonte: SEEB BAHIA