A CTB e outras centrais sindicais estão convocando a classe trabalhadora para a versão 2019 do Grito dos Excluídos, que deve mobilizar milhares de trabalhadores, trabalhadoras, estudantes, aposentados e donas de casa em manifestações de rua neste sábado, 7 de setembro, em pelo menos 157 cidades brasileiras, invluindo todas as capitais.

Na ordem do dia a defesa da democracia, da soberania nacional, dos direitos sociais, do meio ambiente, da Amazônia, da Educação e da ciência, bem como contra a reforma da Previdência e as políticas econômica, ambiental, educacional e para os Direitos Humanos do governo Bolsonaro.

“É mais um capítulo da luta do povo brasileiro na atual conjuntura, uma manifestação que deve ser lida como a continuidade dos atos que realizamos desde o início do ano, com destaque para os dias 15 e 30 de maio, 14 de julho e 13 de agosto. A democracia, a soberania nacional e os direitos sociais estão sob ataque cerrado do governo da extrema direita. Temos de reagir e estamos reagindo com o objetivo de acumular forças para barrar o retrocesso”, afirmou o presidente da CTB. “Convocamos toda militância cetebista para as manifestações deste sábado”, complementou.

Fonte: CTB