Nesta segunda-feira (5/10), começa os cadastro de informações dos clientes interessados em usar a “chave Pix”, novo meio de pagamento instantâneo. Através desse sistema de transações criado pelo Banco Central (BC), as pessoas e empresas poderão transferir dinheiro, fazer e receber pagamentos em menos de 10 segundos, usando apenas aplicativos de celular.

A diferença do novo sistema para o habitual “DOCs e TEDs” é que o serviço está disponível durante 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano. Até o momento, já há 677 instituições cadastradas para oferecer o Pix.

O início das transações está previsto para o dia 16 de novembro. Para ter acesso, basta ter uma conta corrente, conta poupança ou uma carteira digital de uma instituição financeira com cadastro no PIX. A opção estará dentro do aplicativo bancário e no internet banking do cliente, assim como já estão outras funcionalidades, como DOC e TED.

A chave Pix representa o endereço da sua conta no Pix, da mesma forma que um número identifica a pessoa na hora de votar, no título de eleitor, ou o email identifica o endereço de alguém na Internet para receber mensagens. Para criar uma chave Pix, a pessoa ou empresa precisa usar uma dessas quatro formas de identificação: CPF/CNPJ, email, número de telefone celular ou a chave aleatória.

Fonte: FEEB BA/SE