O Banco do Brasil divulgou nesta quinta-feira (5/11), que registrou o lucro líquido ajustado de R$ 3,5 bilhões no 3º trimestre de 2020. No acumulado dos primeiros nove meses do ano, os ganhos chegam a R$ 10,2 bilhões, uma queda de 22,9% em relação ao mesmo período de 2019.

As provisões totais para perdas com empréstimos foram de 5,508 bilhões de reais, um aumento de 40,5% em relação ao ano anterior, incluindo os 2 bilhões de reais em provisões extraordinárias. Isso impacta na redução do resultado divulgado pelo banco.

Segundo comunicado do banco, mesmo com lucro decrescente no trimestre, a geração de negócios permaneceu forte. O resultado estrutural, que não sofre os efeitos das provisões, apresentou crescimento, quando comparado aos mesmos períodos do ano anterior, de 5,3% no trimestre, encerrando em R$ 10,8 bilhões, e de 9,5% na visão acumulada em nove meses com R$ 32,8 bilhões. Influenciaram essa performance o crescimento da carteira de crédito, o controle de despesas e a redução de despesas com risco legal.

Fonte: FEEB BA/SE