A Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa se reuniu na manhã desta sexta-feira (6/11), por videoconferência, para debater as demandas dos funcionários do banco.

Um dos assuntos em debate foi o novo Programa de Demissão Voluntária (PDV), lançado pela empresa, que tem as mesmas regras do anterior. A adesão será de 9 a 20 de novembro e a previsão de desligamento, entre 23 de novembro e 31 de dezembro de 2020. A orientação é para que aqueles que queiram aderir ao PDV peçam para fazer a homologação no sindicato de sua base, garantindo assim todos os direitos.

Segundo o secretário Geral da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Emanoel Souza, que participou da reunião, a CEE está buscando negociação sobre o sistema de Gestão do Desempenho de Pessoas - GDP, pois a Caixa quer aplicar em tudo, mas os representantes dos funcionários defendem a adoção de um regramento para sua aplicação.

Sobre o Saúde Caixa, a CEE está exigindo que a empresa apresente os documentos sobre o plano. As entidades representativas dos empregados vão contratar um especialista em plano de saúde para auxiliar no GT sobre o terma, que deve tomar posse nos próximos dias .

Ao fim da reunião, a CEE aprovou também uma Moção de Solidariedade ao povo do Amapá, que sofre há quatro dias com a falta de energia, sem que o governo adote as medidas necessárias para resolver o problema.

Fonte: FEEB BA/SE