A Comissão de Organização dos Empregados (COE) e a direção do Itaú se reúnem nesta quarta-feira (17/3), por videoconferência, para debater a substituição do Agir (programa de remuneração variável dos bancários da rede de agências) pelo GERA.

O assunto tem gerado apreensão dos bancários e os sindicatos de todo o país têm recebido denúncias sobre os prejuízos da implementação do programa. O banco se comprometeu a explicar os motivos da mudança e como o trabalhador será afetado.

Fonte: FEEB BA/SE