A unidade e força de luta dos bancários têm garantido conquistas importantes ao longo dos anos. Uma delas é o reajuste acima da inflação em campanhas nacionais consecutivas, que resultaram em um ganho real acumulado de 21,94% nos salários da categoria desde 2004.

O percentual de reajuste foi ainda maior nos pisos salariais, onde os bancários acumulam ganho real de 43,56%. Isso porque, em muitos anos, os pisos tiveram reajuste diferenciado, acima do reajuste geral dos salários.

Os bancários possem ainda uma Convenção Coletiva de Trabalho de alcance nacional, que garante os mesmos direitos e salários a bancários do quatro canto do país. Têm ainda uma mesa de negociação unificada e um movimento sindical organizado, o que resulta em maior força da categoria nas campanhas salariais.

As conquistas não são poucas, mas a categoria precisa continuar mobilizada, pois os ataques a estes direitos são frequentes, principalmente agora, no governo Bolsonaro, que tem o banqueiro Paulo Guedes como ministro da Economia.

Fonte: FEEB BA/SE