A negociação entre a Comissão Executiva dos Empregados (CEE) e a direção da Caixa, que aconteceria nesta quarta-feira (5) , foi adiada para o dia 11 de maio. Na pauta, o pagamento integral da participação nos lucros e resultados (PLR), o acordo sobre teletrabalho, a resolução dos problemas nos sistemas internos da empresa, o fim das metas desumanas, a contratação dos concursados, vacina contra a gripe H1N1 e respeito aos protocolos de prevenção ao Covid-19.

Os representantes dos empregados vão cobrar ainda o fim dos processos de reestruturação e desmonte da Caixa e também a valorização dos empregados.

Os sindicatos vão manter também a mobilização em defesa da manutenção da Caixa 100% pública, com ações junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Tribunal de Contas da União (TCU) e Ministério Público Federal (MPF) para impugnar o IPO da Caixa Seguridade, além de seguir pressionando as autoridades para a inclusão dos bancários entre as categorias com prioridade para a vacinação contra a Covid-19.

Fonte: FEEB BA/SE