Mais de 600 dirigentes sindicais classistas de toda a Bahia participaram na sexta-feira e sábado (2 e 3/7) do 5ª Congresso Estadual da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB Bahia). O evento foi realizado de forma virtual, devido a pandemia, e elegeu a comerciária Rosa de Souza, como a primeira presidenta da seção.

Rosa tem um histórico de militância no movimento sindical e social. Filha do dirigente sindical do ramo da construção civil Washington de Souza e dona Lourdes Maria, ela foi diretora do Sindicato dos Comerciários de Salvador, diretora da Mulher da CUT e da CTB Bahia, onde exercia o cargo de vice presidente na gestão encabeçada por Pascoal Carneiro.

“Eu agradeço a confiança das forças que compõem nossa direção estadual, nossa militância, aos homens e mulheres combativas da nossa CTB. Teremos pela frente muitos desafios. O desafio maior é o de reencantar nosso povo pela política, desafiar esse governo e derrotar esse projeto em curso no país comandado por essa extrema direita genocida para esperançar nosso povo, a classe trabalhadora para um novo país. Esse é o nosso sonho, um país desenvolvido, liberto das garras dessa extrema-direita. Quero lembrar a importância do pai, sempre combativo e minha adorada mãe, sempre guerreira nos momentos mais difíceis da nossa vida”, afirmou a nova presidenta da CTB Bahia, Rosa de Souza.

Unidade na luta

A nova diretoria conta também com a ampla participação de dirigentes sindicais bancários. O secretário da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Emanoel Souza, será vice-presidente; os diretores do Sindicato da Bahia Ailton Araújo e Jerônimo Silva estarão à frente da Secretaria Geral e da Secretaria de Combate ao Racismo, respectivamente. O vice-presidente do Sindicato de Feira de Santana, Eritan de Carvalho Machado, estará na diretoria plena, enquanto o diretor do Sindicato de Jequié Celson Argolo estará à frente da CTB Regional Jequié.

O 5º Congresso da CTB Bahia foi marcado pela unidade. Durante o evento, os participantes debateram os caminhos do sindicalismo classista no Brasil e os desafios da classe trabalhadora na atual conjuntura político-econômica. Foram aprovadas também a tese e a delegação estadual para o 5º Congresso Nacional da CTB, que acontecerá entre os dias 12 e 14 de agosto.

Fonte: FEEB BA/SE