A Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB) tem recebido denúncias de que alguns bancários foram convocados a retornarem ao trabalho presencial pela Vipat (Vice-presidência de Atacado). A medida fere o acordo firmado entre a CEBB e a direção da empresa.

Questionado, o BB informou que não se trata de uma orientação geral e também não há convocação compulsória para volta ao trabalho presencial, diferentemente das informações desencontradas divulgadas de forma não oficial.

Ainda, segundo a direção, caso algum funcionário queira voltar para o trabalho presencial, por questões como problemas técnicos, por exemplo, vai fazer a análise do pedido, com vistas a respeitar todos os protocolos de segurança.

Tem mais. A pandemia não acabou. Pelo contrário. Em todo o país, o número de casos de Covid-19 apresenta elevação, inclusive, especialistas alertam para a possibilidade de uma terceira onda. Na Bahia, por exemplo, a taxa de ocupação dos leitos é de 85%. Portanto, não é o momento de reduzir o trabalho remoto.

Importante destacar que, pelo compromisso firmado entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), da qual o BB faz parte, o retorno ao trabalho presencial deve acontecer de forma negociada, tranquila e respeitosa com o trabalhador.

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia.