Dirigentes sindicais classistas de todo o estado participam nesta sexta-feira e sábado, 2 e 3 de julho, do 5º Congresso Estadual da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil seção Bahia. Devido a pandemia, o evento será totalmente virtual, com transmissão pelo site (www.ctbbahia.org.br ) e as redes sociais da entidade.

Com o tema central “Esperançar o Brasil pela Vida, Democracia, Soberania e Direitos”, o Congresso tem o objetivo de eleger a nova direção da CTB Bahia para o quadriênio 2021/2025, debater a unificação da CTB/CGTB e o documento guia do 5º Congresso Nacional da CTB, convocado para o período de 12 a 14 de agosto.

Confira a programação:

Dia 2 de julho - sexta-feira

19h – Abertura política com a participação de personalidades políticas e dos presidentes das centrais sindicais;

20h- Palestra com o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE), Davidson Magalhães: A crise econômica e seus impactos na indústria Baiana.

20h20 – Palestra com o presidente da CTB-Nacional, Adilson Araújo– Organização Sindical e seus desafios diante das crises política, sanitária e econômica no Brasil.

20h40 – Leitura e aprovação do Regimento interno do 5° Congresso Estadual e ato Cultural de encerramento do primeiro dia.

Dia 3 de julho - sábado

9h- Palestra com a superintendente técnica do DIEESE, Ana Georgina Dias: Negociação Coletiva após o golpe de 2016 (governo de Michel Temer e Jair Bolsonaro);

9h20 - Palestra com Augusto Vasconcelos, presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia e vereador de Salvador: Conjuntura Política;

9h40 - Leitura das Teses, Emanoel Souza – secretário de Comunicação da CTB-Bahia;

10h20 - Debates acerca das teses do 5° congresso

12h - Intervalo para o almoço;

13h30 – Reinício dos trabalhos com a continuidade dos debates;

16h - Apresentação de chapas, defesas, eleição e posse da direção eleita;

17h - Encerramento.