A pandemia da covid-19 e a política econômica do governo Bolsonaro deixaram milhões de brasileiros sem ter o que comer. Quase 20 milhões de pessoas passam fome atualmente, segundo dados do Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19, da pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (Rede Penssan). A extrema pobreza também quase triplicou, passando de 4,5% da população para 12,8%.

Os brasileiros sofrem com o desemprego, com a falta de comida, de vacina e de políticas públicas voltadas para a população mais pobre. A pandemia só fez escancarar o problema da desigualdade no país.

Até o auxílio emergencial que poderia amenizar a situação da população foi rebaixado pelo governo Bolsonaro, que reduziu o benefício a menos da metade, além de dificultar o acesso ao auxílio para quem mais precisa.

Bolsonaro também tem deixado milhares de família fora do programa Bolsa Família e não criou nenhum projeto que possa gerar renda para a população mais pobre do país.

É um governo que mata pela falta de vacina, de emprego e de comida.

Fonte: FEEB BA/SE